Cirurgias plásticas em Fortaleza | Natal | São Luís

Dr. Davi Pontes

CIRURGIÃO PLÁSTICO | CRM 11052

Portuguese English French Italian Japanese Spanish

gg1

 

Rinoplastia - Cirurgia do nariz.

rino capa

A Rinoplastia é uma das mais antigas e tradicionais cirurgias no âmbito da cirurgia plástica, pois os cirurgiões indianos já a praticavam há dois mil anos. É um tipo de cirurgia muito notada por seus resultados, devido ao fato de modificar sensivelmente a face do(a) paciente. Busca-se, através dessa intervenção, não só o resultado estético, mas uma melhor funcionalidade do nariz, com preservação dos seus elementos anatômicos nobres.

Alguns pacientes relatam melhora e, até, o desaparecimento de sintomas crônicos, como coriza constante, todavia isto não pode ser assegurado para todos os casos, pois está relacionado à resposta orgânica do(a) paciente que é individual e, portanto, personalíssima.

Informações específicas

Tipo de anestesias
Pode ser usada tanto a anestesia local quanto a geral, ou ainda, a associada. Há possibilidade de que a escolha seja feita pelo(a) cliente, todavia com prévia ponderação de sua conveniência com o(a) cirurgião(ã). Tempo de duração
Em média 90 minutos, podendo ser prolongado de acordo com a necessidade do caso.

Período de internação
Meio período para as cirurgias realizadas sob anestesia local.
24 horas, quando utilizada anestesia geral.
12 a 24 horas, quando a anestesia for associada.


Evolução pós-operatória
Aé que se atinja o resultado desejado, diversas fases evolutivas ocorrerão e são características desse tipo de cirurgia. Assim, é plenamente normal que o(a) paciente tenha que conviver, por alguns dias, com dificuldade respiratória, manchas roxas (infiltrado sangüíneo) e edema (inchaço), sendo este último o que se prolonga por mais tempo. Tais reações são variáveis de pessoa para pessoa, contudo é necessário proporcionar o necessário tempo ao organismo para que ele “administre” esta nova situação.

Cicatrizes
Praticamente não existe cicatriz aparente na cirurgia estética de nariz. Deve-se isso ao fato das incisões serem feitas “dentro do nariz”, ou nos sulcos. Em casos especiais, quando é necessário trabalhar com as asas nasais, fazem-se pequenas incisões entre as asas e a face, o que, devido à sua localização, torna-se quase imperceptível dentro de poucas semanas. Há ainda a possibilidade de uma incisão na parte inferior do nariz (columela), cuja cicatriz também se tornará imperceptível.

Curativos
Após o término da cirurgia, o nariz é imobilizado com gesso que deve permanecer de 8 a 10 dias, período após o qual é retirado no consultório. Ele é importante para a 1ª fase de modelagem do nariz. Poderá ainda ser utilizado o tamponamento nasal (com gazes vaselinadas), que é deixado por 24 a 48 horas.
Outras informações:

Escolha do novo nariz:
A liberdade de escolha do novo nariz, pelo(a) paciente, vai até um certo limite, que é determinado pelo equilíbrio estético que deverá haver entre o nariz e a face, o que será fruto de um detalhado estudo entre o(a) paciente e o(a) cirurgião(ã). Alguns exemplos podem ser dados por imagens, montagens, estudo gráfico do perfil, máscaras de gesso, etc., TODAVIA, ISTO NÃO QUER DIZER QUE O RESULTADO FINAL SEJA EXATAMENTE AQUELE PROGRAMADO, pois mesmo o(a) cirurgião(ã) fazendo uso da técnica correta, ainda existe, paralelamente, o fator pessoal de cada cliente, e que vai interferir no resultado final. (Ex.: tipo de pele, idade, cirurgia anterior, cuidado no pós-operatório, etc.). Lembrar, ainda, que toda cirurgia, e em especial a de Rinoplastia, pode necessitar de um retoque, o que é normal e usual.

Dor
Geralmente este tipo de cirurgia não apresenta dor no pós-operatório. Todavia, se ocorrer, será facilmente debelada com os analgésicos prescritos como preventivos.

Sangramento:
Nas primeiras 48 horas existe um sangramento que é normal, razão pela qual é colocado um curativo de proteção, sobreposto à abertura do nariz. Esse curativo poderá ser trocado em casa, quantas vezes se fizer necessário.

Posição para dormir:
nos primeiros dias, sempre com a cabeça em posição discretamente elevada, mantendo sempre a face voltada para cima (nunca lateralmente).

A respiração após a cirurgia:
Sempre que possível, a Rinoplastia estética procura melhorar as condições respiratórias do(a) paciente, quando essas já são precárias no nariz original, pois, na maioria das vezes, esses problemas de devem ao desvio de septo que é corrigido no mesmo ato cirúrgico, sendo um procedimento inerente ao trabalho do cirurgião plástico. Todavia, quando a correção simultânea de septo e da pirâmide nasal demanda cuidados especiais, é recomendável que a cirurgia estética se faça numa segunda oportunidade, após ter sido corrigido o septo por um especialista da área.

Evolução para o resultado final:
Várias são as fases, conforme já mencionado, portanto, o resultado final não é imediato. Ao retirar-se o gesso (em torno do 7º dia), mesmo corrigidos os principais defeitos do nariz, ele vai mostrar-se aquém do desejado, devido ao inchaço, o que irá diminuindo, gradativamente, até desaparecer em torno do 6º mês (esse período pode ser menor ou maior, dependendo do biotipo de cada paciente). O resultado de uma Rinoplastia é praticamente definitivo, ressaltando-se, porém, que após os 50 anos de idade, todo nariz começa a apresentar alterações morfológicas compatíveis com a idade, bem como devido à transformação apresentada pela pele que o reveste.

Lembrete importante:
Toda cirurgia envolve risco e toda intervenção com finalidades tanto estéticas quanto reparadoras pode necessitar retoques.

Fonte: clinicagrafguimaraes

selo

canal4
fanpage
localizacao

medico-consulta-com-br